aleatoriedades,  sessão online de terapia

efemeridades nem tão efêmeras

Para. Senta. Respira. Você não precisa terminar isso hoje. Não precisa terminar a lista de tarefas do mês em um dia. Calma. Fecha o olho. Breath deeply. Lembra que mais do que uma máquina chamada ‘corpo humano’ há uma alma dentro de você, que precisa ter seus próprios cuidados. Vai muito além de uma lista de tarefas. De um planner. De um evento que você tem amanhã. Vai além até mesmo dos seus estudos. Da vaga no vestibular. Das fotos do job que estão pra tratar. Das tarefas a fazer. E…. No-va-men-te: Para, respira, olhe ao seu redor, lembre que ‘cara, estar viva é o suficiente’ e que você precisa se manter viva.

Healthy lifestyle. Vida fitness. E tudo isso ainda acompanhado com o Moral Sense e a tal da ética. Não pode fazer isso. Não pode fazer aquilo. Tem que ser desse, daquele, de um outro jeito. Para. Tá errado. Tá tudo errado. Você não precisa viver segundo as regras. Só res-pi-ra.

Mas e os livros a ler? Como vou pagar aquela conta? E o dinheiro que eu precisava para poder morar sozinha? E aquelas questões do evil que não consigo responder? E as expectativas que não consigo manter? Mas e aqueles que precisam da minha ajuda? O que será que preciso fazer? Será que tenho mesmo que me preocupar com isso tudo?

Okay. Novamente: para. Arruma a postura na cadeira. Tira as mãos do teclado por uns segundos. Escuta o que tem dentro de você. Respira fundo e faz 5 segundos da meditação que você aprendeu naquele aplicativo legal. Lembra que assim como você, todo mundo passa por turbulências.

 

RES

-PI

-RA

 

Passou.

Mas eu sei que vai voltar.

 

que a escrita continue ajudando

forever and ever

Fotógrafa por amor, curte games, batata frita e sorvete. É no mundo das palavras, da música e da arte visual que vive a maior parte de seu tempo (quando não está estudando).

quero falar algo!

%d bloggers like this: