• arte,  desafios,  fotografia

    6 on 6 forever late • n o v e m b e r

     

    até que tudo mude, nada mudou

     

    ndsfoto_facebook-6

     

    ultimamente as cores têm me chamado mais atenção na fotografia. e quando elas não ficam tão ‘chamativas’, acabo colocando um pouco mais de saturação no lightroom e fica tudo certo.

     

    ndsfoto_facebook-8

     

    não fica natural, e nem é pra parecer real mesmo. o legal da fotografia pré e pós produção é que o conceito da foto pode ser facilmente mudado no processo. é um saco quando não pode fugir do tema, do conceito principal. mas, quando é um ensaio feito sem nenhuma regra a seguir, as coisas simplesmente fluem e a mente fica livre pra mudar o sentido que as imagens vão ter no resultado final.

     

    ndsfoto_facebook-7

     

    mesmo que eu trabalhe com ensaios fotográficos femininos, infantis e eventos, a fotografia sempre me chamou mais atenção para a subjetividade.

     

    ndsfoto_facebook-10

     

    cada símbolo, cor, forma e tudo que compõem uma arte visual têm um significado específico. juntos, formam um, dois, três novos sentidos. isso é incrível.

     

    ndsfoto_facebook-13

     

    minha fotografia é mais conceitual e artística do que qualquer outra coisa, é mais forte do que eu

     

    ndsfoto_facebook-14

    não percebi de início, mas o 6 on 6 tá me ajudando a me descobrir em outras áreas da fotografia. isso é ótimo.

    Ψ

     

    por motivos maiores, as coisas andam atrasadas em todas as socials networks que administro. estou testando essa coisa de não colocar primeira letra maiúscula no início das frases e também a de postar aqui em inglês – inclusive o 6 on 6 fará parte dos posts em inglês futuramente.

    esse foi o primeiro 6 on 6 que usei a câmera para tirar as fotos. foi no próprio dia 6. minha maior dificuldade é sempre em postar, coisa que minha personalidade ‘bipolar’ não permite o tempo todo, mas esse mês saiu!

    (ignorando as 500 palavras que o google acha bom ter em uma publicação)

  • aleatoriedades,  desafios,  listas

    coisas para fazer na primavera

     

    Quando entrei na onda do Bullet Journal, pratiquei a façanha de listar coisas. Os tipos de lista eram muitos, mas reinavam as listas de coisas pra fazer, foi quando fiz a lista de coisas para fazer na primavera.

    Ano passado, quando criei essa lista, minha principal motivação era celebrar minha estação do ano favorita me envolvendo mais com a natureza (sem precisar fazer uma trilha ou acampar). Então reuni num papel, coisas simples para fazer que poderia encaixar na minha rotina. Na época me inspirei em um post do Super Ela escrito pela Maki de Mingo do desancorando (já deu tempo de enjoar de eu falando tanto dela por aqui?).

    Ψ

    O foco principal da lista é fazer atividades que envolvam contato com a natureza, e faz parte de um desafio que acabei de criar que se chama Nature Connectedness (Conectados com a Natureza). O objetivo é tentar criar uma relação forte com a natureza, e como faz isso? Tendo contato com as plantas, animais etc. E também, prestar atenção nos benefícios que esse contato traz (são muitos). Mas vamos a lista, em outro momento escrevo sobre o desafio.

     

    coisas-para-fazer-primavera-2018
    Primavera no Hemisfério Sul: 23/setembro – 22/dezembro | Foto: Cintia Taira

     

    coisas para fazer na primavera

    vou marcar como • ou 

    Ψ

     • andar de bicicleta (tente)

    Essa com certeza não é minha melhor habilidade. Aliás, nem é uma habilidade. Sempre quis aprender a andar de bicicleta, mas desisti ainda criança. Esse ano pude tentar pela primeira vez depois de anos – quando fui pra praia -, minha amiga Nicoly me ajudou, e acho que estou perto de aprender. (Hahah, fale em andar de bicicleta que dou risada. 19 anos e não consigo nem dar 3 pedaladas)

     

     • relembrar como é andar de patins

    Não sabia andar de bicicleta mas me recusava a ficar parada vendo as crianças do prédio brincando. Decidi aprender a andar de bicicleta, e assim o fiz. Mas, quando quebrei o braço (andando de patins) veio meu declíneo: nunca mais andei do par de tênis com rodinhas ;-;

     

     • tentar (de novo) andar de skate

    Tentar, tentar, jamais desistir. É isso.

     

     caminhar

    Mas tem que ser outside! Fora de casa, na rua, no parque, em qualquer lugar com ar fresco e natureza por perto (mesmo que seja só umas 2 árvores. gente que mora em SP me entende).

     

     • correr

    Em lugares apropriados para corrida, mas também em contato com a natureza (não vale na academia).

     

     • nadar

    Onde e como? Boa pergunta, também não sei. Mas como esse é o único esporte no qual tenho sucesso, e o único que gosto muito, seria impossível não coloca-lo aqui.

     

     • encontrar um bom chá gelado (ou café) para tomar

    No meu caso, preciso achar um chá que eu goste, e acho que vou gostar mais de um gelado. Recomenda algum lugar pra eu tomar um bom chá gelado? (ou receita) Me fala nos comentários.

     

     • dia do sorvete!

    Pra comprar aquele sorvete e aproveitar o momento! – o melhor doce na melhor estação ♥ 🙂

     

     • planejar um pic-nic com alguém especial

    (essa pessoa especial pode ser você!).

    No meu caso, será com o Flávio

     

     • ir ao pic-nic.

    Precisei colocar esse aqui porque costumo planejar e não fazer (ops)

     

     • tirar MUITAS fotos.

    Às vezes é um pouco difícil lembrar/ter vontade de fotografar bons momentos quando se trabalha com fotografia.

     

     • […] e postar fotos!

    The boss. Confesso que postar minhas fotografias nas redes não é lá algo tão natural pra minha pessoa.

     

    √ ler embaixo de uma árvore.

    Coloca um lençol no chão, deixa perto uma garrafa de água, alguma coisa pra comer. Pronto ♥ (pessoas sensíveis aos insetos, como eu, usem repelente)

     

    √ escrever sentado(a) na grama.

    Escrever nunca é demais, e quando fazemos isso diariamente nossa percepção de vida muda!

     

     • ler 1 livro em 1 dia.

    Tenta com um pequeno, ok?! Não aceitei minha incapacidade demorar tanto para terminar um livro, por isso sempre retorno com esse tipo de desafio.

     

     estudar em uma cafeteria, biblioteca e/ou parque.

    Uma ótima forma de voltar ao pique #studyhard.

     

     • festejar!

    Com coisas naturais! Seja um lugar, um prato, ou com o tema da primavera. E quando escolhi isso, foi com o objetivo de comemorar aniversários de namoro. Só tenho mais 2 até o final da primavera, então lets work

     

    (essa minha lista reúne um pouco de todas as coisas que queria fazer para variar a rotina, por isso se tornou bem pessoal)

    Ψ

    E você, já pensou nas coisas que quer fazer na primavera? E me conta o que você achou do desafio Nature Connectedness.