• aleatoriedades,  fotografia

    6 on 6 july & essa coisa de SER

     

    Nunca pensei que atrasaria no projetinho de fotografia. Sempre que me imaginava participando do 6 on 6 pensava que seria muito fácil reunir 6 fotos e simplesmente postar. Mas como devo ter falado no post de junho, essa coisa de simplesmente postar não funciona comigo, sinto extrema necessidade de dar um signficado pra tudo, e normalmente duas palavras não são suficientes pra contextualizar meus feelings.

     

     

    No meio de tanto planejamento e indecisão, achei que seria mais legal usar apenas o celular para as fotos do 6 on 6. Sem planejamento, edição, e essas coisas toda de fotografia. Sem legendas, sem contextualização, sem worry about.

     

     

    Just kidding, ‘cause nos últimos dias pratiquei um pouco do que mais respeito ultimamente: o simples ato de sentir.

     

     

    Não é nada de novo, mas a gente esquece de parar um pouco o que está fazendo, respirar e tentar entender quem somos nesse raio desse mundão gigante.

     

     

    E apesar de no final das contas realmente não sermos nada – se comparado à grandeza de tudo o que existe, planeta, galáxia, universo e sei lá mais o que tem por aí – carregamos tanta coisa dentro de nós que se esquecer-mos de dar atenção, essa coisa toda nos engole. Assim, fácil, como se fossem as últimas gotas de água numa garrafa quando você tá morrendo de sede.

     

     

    E mesmo digitando várias coisas sem noção, entre fotos aleatórias mas nem tanto, usando palavras aleatoriamente e de um jeito meio errado. Porque… falando sério, não é legal seguir regras e quanto mais errado, mais emocionante. Aliás, o errado é relativo e muda de acordo com a origem do ponto de vista.

     

     

    Bj, flw.

    natinha do blog

  • arte,  fotografia

    6 on 6 june & a essência da fotografia

    Projetinho de fotografia que existe desde que blogs são blogs e muito antes de chamarem a gente de “blogueirinha”. A primeira vez que vi alguém postando sobre isso foi suficiente para me apaixonar, e até então, carreguei guardado no peito a vontade de fazer parte disso. Até que – olha só um plot, conheci a Mandy (insta: @maandybooks) nos comentários de uma foto sobre o 6 on 6 do – novo – perfil do insta da Mel (@teawithmel) e me arrisquei ao convidar: “Mandy, vamos fazer o 6 on 6 juntas?”. Foi aí que começou. Obrigado, Mandy ♡

    Neste primeiro 6 on 6 resolvi usar algumas fotos que tirei no começo do mês. O objetivo era sair daquilo com que estava acostumada e usar o celular (e um aplicativo, Kuji Cam) para fazer as fotos. Depois de tanto tempo envolvida na fotografia e me preocupando em pensar na foto, coerência e se elas vão contar uma história, perdi um pouco da sensibilidade com a beleza dos detalhes, e fotografia é essa tal de boniteza que não é tão fácil pra perceber, mas que se a gebte tentar um pouquinho consegue. E o mais legal: cada um tem um olhar diferente, uma forma única de ver as coisas.

    Minha friend, Yasmim, me indicou o Apps, instalei e fui “testar” – sim, usei a palavra testar como desculpa, na minha cabeça. Não planejei nem fiquei pensando em como fazer, me deixei levar e esse foi o resultado. Essa experiência me lembrou como eu me sentia quando entrei nesse mundo paralelo que é a fotografia.

    Confere o post da Mandy aqui, tem um pedacinho dela em cada foto (e uns livros que parecem ser ótimos também). Que venham outros 6 on 6 ♡

    Quem aí já quis fazer 6 on 6 e deixou pra lá porque nunca achou alguém pra fazer junto? Se quiser participar com a gente vem junto! ♡ Vai ser lindo completar essa equipe.